Divulgação

O pai foi morto, supostamente a tiros do lado externo da sede da propriedade rural e o filho foi encontrado morto em um dos cômodos da casa.

Nesta sexta-feira (14), equipes policiais se mobilizam para encontrar os criminosos que assassinaram pai e filho em uma propriedade rural localização na região do ‘Chorro’, que fica na estrada Amambai a Juti. Olenir Silva e Antônio Alexandre Silva foram mortos nesta manhã, a tiros.

Conforme relato do secretário da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) de Mato Grosso do Sul, Antônio Carlos Videira, várias equipes já estão na região em busca dos criminosos. Ao site MS Em Foco, ele confirmou que o helicóptero também se desloca para Amambai.

Policiais militares do Choque, Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), bem como dos batalhões da região e DOF (Departamento de Operações de Fronteira) já atuam nas buscas pelos criminosos.

Amambai: Polícia deve utilizar helicóptero nas buscas de homens que mataram pai e filho

O crime:

O produtor rural Olenir Nunes da Silva, o “Nego Silva” e seu filho, o engenheiro agrônomo Antônio Silva, foram assassinados na manhã dessa sexta-feira, 14 de janeiro, fato ocorrido em uma das propriedades da família, situada na região conhecida como “Chorro” na zona rural do município, em Amambai.

O pai foi morto, supostamente a tiros do lado externo da sede da propriedade rural e o filho foi encontrado morto em um dos cômodos da casa.

A polícia trabalha com a hipótese de assalto, já que, segundo a Polícia Militar, o interior da casa estaria revirado e haveria indícios que teriam tentado levar a caminhonete das vítimas.

Segundo a polícia os indivíduos estariam usando capuz e já estariam na sede da propriedade rural mantendo o filho como refém, quando o pai teria chegado em companhia de um funcionário da fazenda.

Os marginais atiraram contra Nego Silva, enquanto o funcionário da fazenda que estava com a vítima na caminhonete, conseguiu fugir sem ser alvejado pelos criminosos.

Segundo relatos de amigos e familiares das vitimas ouvidas pelo site Pontaporainforma, neste momento, 15h20min, a equipe da Pericia da Policia Civil de Ponta Porã está no local fazendo os levantamentos de praxe para ser usado na elucidação do crime, em seguida os corpos serão trazidos para o Instituo Médico Legal (IML) de Ponta Porã para serem submetidos a exames necroscópicos, posteriormente retornarão para Amambai para serem velados.

A notícia do brutal assassinato de Olenir Nunes da Silva, o “Nego Silva” e seu filho, Antônio Silva, deixou a população em choque e provocou grande comoção em toda a sociedade amambaiense.

FONTE: PONTA PORÃ INFORMA

Comentários